quarta-feira, 3 de maio de 2017

7 - Sete Pesadelos no Riacho

 

7 - Sete Pesadelos no Riacho




Autor (a): Glen Adison
 Número de páginas: 148
  Editora: Clube de Autores

  Sinopse:Riacho dos Guimarães, o maior reduto de descendetes de Judeus no estado do Ceará, comporta uma história carregada de mistérios e outros tantos detalhes mal contados acerca de sua origem. Diferente de outras trilogias, esta narra os fatos de maneira única. Ambos fixaram o olhar no centro do lago, onde o reflexo da lua cheia brilhava. Notaram então, que aquela parte branca da água movimentava-se de uma maneira estranha. Parecia elevar-se. Mas, de repente, perceberam que alguma coisa emergia do açude. Alguma coisa branca e iluminada que se confundia com a luz refletida da lua. A imagem semitransparente do rapaz flutuava sobre a água. Emitiu um gemido de dor. Chorava de sofrimento. Ouvindo aquilo, o homem que se escorava no carro, ao lado da mulher, deixou-se contagiar pelos tormentos do fantasma. Chorava entre soluços. Não entendia por que, mas um sentimento de aflição muito forte o dilacerava por dentro; como se o abandonassem para sempre. — Meu amor, o que houve? — perguntava a esposa assustada. O marido nada dizia, apenas soluçava...


Resenha.


7 – pesadelos no riacho.

Conta setes historia macabras que faz o leitor tremer de medo, no primeiro conto "O vingador'' conhecemos Túlio, um rapaz que começa a ter uns tipos de visão,  ele pensa que esta ficando doente, mas o evento sobrenatural começa a acontecer, o que faz com o que ele fique cada vez mais desconfiado, de sua própria sanidade, ele começa ver fantasma inexplicavelmente, o mais inacreditável é que um desses fantasmaa negro encapuzado é seu próprio ser.

 No dia da apresentação da peça de teatro ele novamente começa a ver aqueles fantasmas e em destaque está àquela garota na frente de todos os outros fantasmas, Túlio, deu continuidade a sua apresentação, mesmo com seu corpo todo tremulo e soado, em certo momento ele é possuído por uma maldição onde tudo é explicado ao leitor e deixa-nos cada vez mais curioso, pra que esse conto seja um livro completo, porém sabendo o sentido da maldição, saberemos que o livro nunca iria ter fim...

Os demais contos são cada um melhor do que o outro, o ritual mesmo tem uma pegada de bruxaria sinistra de adolescente que serve a satã, que faz tudo pelo poder, adolescente que se embebeda e leva seus próprios amigos ou conhecidos para o ritual.

O conto que mais gostei foi o do numero 4° - Andréia Mendes, até fico com medo de escrever o nome desse conto de tão sinistro que ficou, o autor do conto fez cada cena ficar mais aterrorizante, três pessoas vão atrás de uma cartomante, vidente, ou seja, lá como você define essas pessoas que praticam esse tipo de poder, bruxaria ou sei lá, porém essas pessoas acabam  não se dando  muito bem, durante o conto de Andréia temos outra historia paralela onde tudo é explicando sobre a vida de Dona Inês, (vidente), e podemos entender perfeitamente todo contexto do conto sem interferir nos outros três personagens Ana, João e Bianca, que estão atrás da dona Inês para prever algum futuro pra sua empresa, entretanto eles se perdem por horas na entrada e começa a chover e ter aquela agitação toda até o momento que eles vêem uma criança na estrada, porém em seguida essa criança desaparecer deixando apenas uma fita de cetim no chão, até o momento que Bianca pega essa fita e depois desse momento sua vida não será mais a mesma, algo começa a acontecer,  batidas encima do carro começa a ficar mais intenso, batidas como se fosse o pico de algum pássaro, sobre o teto, som enlouquecedor, fazendo com que todos fiquem com medo daquela chuva, daqueles momentos, até o momento que Bianca e João acham melhor ir atrás daquela criança pedir informação para chegar até a casa da Dona Inês porém não sabia eles que esse seria seu fim. 


São contos aterrorizantes e maravilhosos e bem construídos, alguns deles seriam perfeitos para livro individual, o autor escreve incrivelmente, fazendo o leitor morrer de medo e ao mesmo tempo fica curioso com o fim de cada pagina.

@pensamentosgeek's

Nenhum comentário:

Postar um comentário